sábado, 5 de outubro de 2019

PARA OS MORALISTAS, A DELICIOSA CANÇÃO SAFADA DE COLE PORTER




Para encerrar, pelo menos por enquanto, o assunto “moralismo”, vamos falar de música. Cole Porter ((9 de junho de 1891 — 15 de outubro de 1964), o genial compositor estadunidense, e seu parceiro Noël Coward escreveram uma deliciosa canção de amor, não exatamente nos moldes românticos da época, mas exaltando o amor físico, dizendo de forma poética e musical aquilo que aqui temos afirmado: que sexo todo ser vivo faz! Você pode encontrar, no final, endereços da versão original, com o próprio compositor ao piano e mais uma versão com a fantástica Ella Fitzgerald. O que vamos apresentar aqui é a versão que Chico Buarque, também genial, fez dessa música e o endereço é de sua apresentação com ninguém menos do que Elza Soares. Divirta-se com a letra e música, tanto no original quanto em português, mais as nossas ilustrações. 


Façamos (Vamos Amar) 

Chico Buarque de Holanda 


Os cidadãos no Japão fazem 

Lá na China um bilhão fazem 

Façamos, vamos amar 


Os espanhóis, os lapões fazem 

Lituanos e letões fazem 

Façamos, vamos amar 


Os alemães em Berlim fazem 

E também lá em Bonn 

Em Bombaim fazem 

Os hindus acham bom 



Nisseis, níqueis e sansseis fazem 

Lá em São Francisco muitos gays fazem 

Façamos, vamos amar 


Os rouxinóis nos saraus fazem 

Picantes pica-paus fazem 

Façamos, vamos amar 



Uirapurus no Pará fazem 

Tico-ticos no fubá fazem 

Façamos, vamos amar 



Chinfrins, galinhas afim fazem 

E jamais dizem não 

Corujas sim fazem, sábias como elas são 



Muitos perus todos nus fazem 

Gaviões, pavões e urubus fazem 

Façamos, vamos amar 



Dourados no Solimões fazem 

Camarões em Camarões fazem 

Façamos, vamos amar 



Piranhas só por fazer fazem 

Namorados por prazer fazem 

Façamos, vamos amar 



Peixes elétricos bem fazem 

Entre beijos e choques 

Cações também fazem 

Sem falar nos hadoques 



Salmões no sal, em geral, fazem 

Bacalhaus no mar em 

Portugal fazem 

Façamos, vamos amar 



Libélulas em bambus fazem 

Centopeias sem tabus fazem 

Façamos, vamos amar 



Os louva-deuses com fé fazem 

Dizem que bichos de pé fazem 

Façamos, vamos amar 


As taturanas também fazem 

com um ardor incomum 

Grilos meu bem fazem 

E sem grilo nenhum 


Com seus ferrões os zangões fazem 

Pulgas em calcinhas e calções fazem 

Façamos, vamos amar 



Tamanduás e tatus fazem 

Corajosos cangurus fazem 

Façamos, vamos amar 



Coelhos só e tão só fazem 

Macaquinhos no cipó fazem 

Façamos, vamos amar 



Gatinhas com seus gatões fazem 

Tantos gritos de ais 

Os garanhões fazem 

Esses fazem demais 



Leões ao léu, sob o céu, fazem 

Ursos lambuzando-se no mel fazem 

Façamos, vamos amar 

Façamos, vamos amar 






Fontes: 

Chico Buarque e Elza Soares: 





Cole Porter (Let's Do It - Let's Fall In Love): 


Ella Fitzgerald: