segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

AINDA O PÊNIS: ALGUMAS CURIOSIDADES






Seu pênis tem vontade própria. Sim, você tem menos comando sobre ele do que sobre outras partes do corpo, como braços e pernas. Isso porque o pênis responde a uma parte do sistema nervoso que nem sempre está sob seu controle consciente: o sistema nervoso autônomo, que também regula a frequência cardíaca e a pressão arterial.






A excitação sexual geralmente não é voluntária. A mente consciente é cúmplice, mas a maior parte da excitação sexual se passa no sistema nervoso simpático. Por exemplo, os impulsos do cérebro durante a fase REM do sono causam ereções, não importa se você está sonhando com sexo ou com os problemas no emprego. Levantar pesos ou fazer força para evacuar também podem produzir uma ereção.







Assim como o pênis cresce sem o seu consentimento, também ele encolhe. "O pênis flácido varia em tamanho consideravelmente num homem determinado", diz Drogo Montagem, MD, urologista da Clínica Cleveland. E muitos fatores podem fazer seu pau encolher bastante: por exemplo, exposição à água ou ao ar frios. O estresse psicológico, como uma situação hospitalar, tem o mesmo efeito de uma ducha fria. Se você está relaxado e se sentindo bem, seu pênis flácido parece maior do que quando você está estressado. Essa é uma função do sistema nervoso simpático.








Você sabia que seu pau é um bumerangue? Assim como uma árvore, o que você vê é o que está acima do solo, também a raiz do seu pênis está dentro de sua pelve, anexada ao osso púbico. E essa parte invisível, tem o formato de um bumerangue, como foi observado por um pesquisador francês, que estudou homens e mulheres fazendo sexo dentro de um scanner de ressonância magnética.







Essa parte invisível do seu pau é a única saída possível para um “aumento do pênis”, através de um método cirúrgico. Corta-se o ligamento que segura a raiz do pênis no interior da pelve, o que permite dar a alguns homens um comprimento extra do pênis, ao projetar o seu corpo para fora. Mas há efeitos colaterais. Este ligamento, chamado de ligamento suspensor, é o responsável por uma ereção firme. Com o corte do ligamento, o pênis ereto perde o seu ângulo para cima e a falta de robustez pode levar a lesões.








E por falar em lesões, você sabia que pode quebrar seu pênis? É claro que não existe um "osso do pênis", mas você pode sofrer uma fratura peniana, e é uma lesão extremamente dolorosa. Quando isso acontece, há um pequeno estalo, diz Montagem, e em seguida, o pênis fica preto e azul. A fratura peniana é rara, e normalmente acontece com os homens mais jovens, porque suas ereções tendem a ser bastante rígidas.








Veja como evitar a fratura de pênis: não use o seu pênis com muita força. Porque, como diz Montagem, quando um homem está movimentando o pau demasiadamente duro e de forma muito rápida, durante o sexo, e bate no osso pubiano da parceira, ou ela/ele se coloca por cima e cavalga freneticamente, isso pode quebrar o pênis de um homem.







Bem, há muito mais o que falar sobre o pênis, claro. Sua anatomia, seu funcionamento, seus “humores”. Mas não pretendemos elaborar um tratado sobre o pau, que isso fugiria ao escopo deste blog. O que pretendemos, principalmente, é chamar a atenção dos homens para o seu pau, em relação a certos cuidados, principalmente de higiene e profilaxia de doenças. Assim como as mulheres cuidam de suas vaginas, consultando sempre um ginecologista, os homens também devem ter mais cuidados com o “seu amigo”, começando por lavá-lo cuidadosamente todos os dias e por fazer sexo seguro. E consultar um médico, sempre que notar algo de anormal nesse seu parceiro de prazeres.



(Phallus garden - Korea; foto de a. não identificado)





(Fotos de Petter Hegre: Alex and Flora; portraits with a penis)




Nenhum comentário: