segunda-feira, 13 de julho de 2015

AS TELAS QUENTES DO EROTISMO EXPLÍCITO 5 - MARCOS CARRASQUER, MONICA MAJOLI E SAMANTHA MAGOWAN



MARCOS CARRASQUER






Nasceu em Hilversum, na Holanda, em 1959, filho de pai espanhol que, preso sob a ditatura de  Franco, fugira da Espanha no final da guerra civil e emigrara para a Holanda. Mora em Paris. Queria jogar futebol, ser goleiro, mas uma derrota de seu time por 9 a 0 levou-o definitivamente para a arte. Já expôs seu trabalho em Barcelona, ​​Nova York e Paris, e ilustrou vários livros, revistas e jornais na França e na Espanha. Sua obra, figurativa, corrosivamente encena anacronismos históricos e tragicômicos, batalhas alegóricas e confrontos entre Eros e Thanatos.






Uma visão dicotômica se manifesta na obra de Marcos Carrasquer, que se destaca na arte do detalhe. No estilo de Brueghel, suas composições estão cheias de motivos e elementos. No estilo de Bosch, escalas variam e a atmosfera é de caos, drama, confusão. Os seres são loucos, perdidos em atividades absurdas. Perturbadora, transgressora, a sua pintura fascina com a sua dimensão sobrenatural.











MONICA MAJOLI




Nasceu em 1963 em Los Angeles, Califórnia. Obteve o BA na Universidade da Califórnia, Los Angeles, em 1989 e MFA, em 1992. Sua obra examina a relação entre fisicalidade e consciência, expressa através de imagens de conteúdo sexual.




Sua série Rubberman foi destaque em 2006 na Whitney Biennial e na Bienal de Arte Contemporânea de Berlim. Inúmeros museus e instituições artístiticas incluem seu trabalho em suas coleções permanentes.




De acordo com o Whitney Museum of American Art , as pinturas figurativas de Majoli," desde o início de 1990 até o presente, descreveram cenas de fetichismo sexual e investiga temas e rituais de identidade, intimidade e mortalidade.










SAMANTHA MAGOWAN




Nasceu em Londres, Inglaterra, em 1979. Obteve o bacharelado em Artes pela Universidade de Minnesota e o MFA da Art Center em Los Angeles em 2007. Trabalhando em uma grande variedade de meios e materiais, Magowan usa fotografia, pintura e instalação para criar mundos coloridos e estranhas, onde a natureza e o artifício da brincadeira colidem.




Magowan já expôs seu trabalho em todos os Estados Unidos e internacionalmente e foi recentemente incluída na publicação ArtNow: New Faces of American Art. Atualmente vive e trabalha em Los Angeles..





Samantha Magowan pinta, desenha, esculpe, fotografias, arte dirige, e às vezes aparece em sua própria arte - geralmente fazendo o que for necessário para expressar plenamente sua complexa concepção artística de visões obsessivas, sedutoras e assumidamente belas, construídos de motivos florais, constelações, padrões da natureza e da indústria, misturando urbanidade e cultura pop, cor orgânica e artificial, e formando camadas que evocam, expressam e subvertem sua própria história.








Nenhum comentário: