segunda-feira, 8 de junho de 2015

AS TELAS QUENTES DO EROTISMO EXPLÍCITO 3 - JEAN-MARIE POUMEYROL






Jean-Marie Poumeyrol, nasceu em Libourne, França, em 8 de junho de 1946 e estudou na Academia de Belas Artes de Bordeaux. Formado, ele já tinha um filho de quatro anos, para criar, e assim começou sua carreira como professor de desenho mecânico (seus alunos aprenderam a desenhar parafusos, porcas etc.).






Em seus primeiros trabalhos, Jean-Marie Poumeyrol foi reconhecido como um mestre do erotismo, combinando imagens sob o efeito de alucinógenos e efeitos macabros de uma forma sem precedentes, tornando-o um expoente do movimento denominado realismo fantástico.






Já em sua maturidade, o artista tem exibido um fascínio por paisagens, particularmente os espaços fechados de esgotos e resíduos industriais. No entanto, a precisão incrível e finesse de seu traço,  que animaram seus primeiros trabalhos, não o deixaram e só aumentaram com a idade.






"Desde que me lembro" - Poumeyrol escreve - "tenho tido por fiel acompanhante o tédio. Esses momentos tristes e inúteis, como um vazio agradável, inventaram essas quimeras estranhas que vagueiam continuamente na minha memória visual. Com o tempo, esse estado incomum entre memória e imaginação amadureceu em uma espécie de contemplação, e eu me tornei um grande conhecedor da solidão, preferindo o tédio que acompanha todas as minhas andanças num mundo delicioso, extravagante e inútil ".






x

Nenhum comentário: