segunda-feira, 10 de março de 2014

VESTIDO, SOU ASSIM; MAS, PELADO...







Sim, já usei o mesmo título acima, num post semelhante. Como acho que o título é bom, repito-o. Para falar, de novo, de nudez masculina.







No post em questão, até chamei o pau de "apêndice"! Coitado. Mas esta "LUA" tem ficado mais liberal, mais sacana, menos envergonhada. Acho que é, um pouco, por achar que o mundo anda muito moralista ultimamente; e outro pouco, porque, afinal, não há motivo para se ter vergonha nem de pau nem de boceta.






Enfim, aqui estão mais alguns "mancebos" comuns flagrados com roupa e sem roupa, de forma simples, direta, sem muitos retoques.






Que sejam seus corpos jovens e, por que não? - belos, cada um a seu jeito - um incentivo ao desejo e ao prazer de se expor de forma, digamos, sem preconceito em relação à nudez.






E, melhor, a ideia de poses iguais - vestidos e nus - conferem um prazer a mais, o do voyeur (será que existe a forma feminina para essa palavra francesa que não tem tradução exata em português?); meio que assim o prazer de invadir um vestiário (masculino, claro).






Bem, é isso! Não sei se perceberam, mas os textos são apenas para não dizer que não escrevi algo, porque o que interessa mesmo - a todos os que apreciam o sexo masculino, sejam homens ou mulheres - é a nudez desses rapazes. Divirtam-se, sem pejo e com muito desejo.







Nenhum comentário: