segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

VENTO, NA MÚSICA DE CAYMMI E NOS DESCUIDOS DE LEVES E CURTOS VESTIDINHOS DE VERÃO








Dorival Caymmi (Salvador, 30 de abril de 1914 – Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2008) foi um compositor inspirado pelos hábitos, costumes e as tradições do povo baiano,  com  forte influência da música negra. Desenvolveu um estilo pessoal de compor e cantar, com espontaneidade nos versos, sensualidade e riqueza melódica, compôs obras como Saudade de Bahia, Samba da minha Terra, Doralice, Marina, Modinha para Gabriela, Maracangalha, Saudade de Itapuã, O Dengo que a Nega Tem, Rosa Morena e muitas outras.





Prestamos uma homenagem ao grande compositor, que cantou o mar, o vento e a sensualidade da mulher, com a letra da música "Prece ao vento", devidamente "coreografada" pela brisas safadas - do mar ou de qualquer outro lugar da terra onde haja um vestido a ser levantado, para delícia e prazer de nosso ânimo de voyeurs. Ouça a música, clicando no link abaixo e delicie-se com as fotos.


PRECE AO VENTO





Vento que balança as palhas do coqueiro
Vento que encrespa as águas do mar

Vento que assanha os cabelos da morena
Me traz notícia de lá




Vento que assovia no telhado
Chamando para a lua espiar

Ó, vento que na beira lá da praia
Escutava o meu amor a cantar






Hoje estou sozinho e tu também
Triste, mas lembrando do meu bem






Vento diga, por favor,
Adonde se escondeu o meu amor

Vento diga, por favor,
Adonde se escondeu o meu amor










(Fotos da internet, sem indicação de autoria)

Um comentário:

J. C. M. Souza disse...

Prezado,
esse teu blog é bom pra caralho!
Parabéns mil!

Amplexos!