segunda-feira, 8 de julho de 2013

PARAFILIAS E FETICHISMOS: EXIBICIONISMO






Costumamos dizer de uma mulher bonita (ou não) que se veste de forma provocante ou se exibe em fotos sensuais que ela é “exibicionista”.




Estamos, aí, usando a palavra no seu sentido mais vulgar, mais corriqueiro, de pessoa que gosta de se mostrar para outra, por várias razões, como necessidade de autoafirmação, de conquista, de provocar etc.

Não é o caso do exibicionista clássico.




Exibicionismo, no sentido mais estrito e psicanalítico do termo, consiste em ter prazer sexual em mostrar os órgãos sexuais a outrem, principalmente quando esse prazer decorre do susto, do horror ou do choque do outro, do que do ato em si de exibir-se.




E isso ocorre, na maioria das vezes, no sexo masculino. Na imagem clássica do homem que se posta à porta de uma escola ou de outro local público e se expõe, para chocar.




Assim, a mulher que se mostra, que se expõe em público, nem sempre tem prazer sexual nesse ato. Apenas o faz por dinheiro ou por razões outras que não a obtenção do orgasmo.






Logo, casais que praticam sexo em público, por exemplo, não são necessariamente exibicionistas, mas pertencem a uma outra categoria de fetiche, a agorafilia, de que trataremos em outro post.

(Ilustração e fotos da internet, sem indicação de autoria)






Um comentário:

Gabriel disse...

Interessante, eu imaginava que fazer sexo em público fosse exibicionismo
Gostei do seu blog.