segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

NATURISMO: PRINCÍPIOS FILOSÓFICOS





A ESSÊNCIA DA FILOSOFIA NATURISTA






A partir do primeiro Congresso Mundial de Naturistas, em 1952, foram lançadas as bases da futura Federação Internacional de Naturismo, que viria a nascer no ano seguinte em Montalivet na França.




Em 1974 a Federação Internacional de Naturismo (INF-FNI) criou a definição de Naturismo adotada por todas as entidades naturistas do mundo, que resume a filosofia básica do naturismo:





“Um modo de vida em harmonia com a natureza, caracterizado pela prática do nudismo em grupo, que tem por intenção favorecer o autorrespeito, o respeito pelo outro e o cuidado com o meio ambiente.”

Talvez surja ao leitor a seguinte questão: "Qual a relação entre nudez coletiva e desenvolvimento do indivíduo?"




 A resposta dos naturistas está no conceito de body-acceptance (literalmente "aceitação do corpo") , ou seja, na descoberta não apenas intelectual, mas prática (e portanto completa) de que o ser humano é um todo, e não seres seccionados em partes honrosas e partes indecorosas. Ao conviver com a nudez do próximo, percebe-se que o corpo não choca, não agride, que o respeito é possível mesmo sem artifícios.






Ao entrar em contato com a própria essência, deixa-se para trás o que é acessório. Abandonando  a roupa, percebe-se que somos todos iguais, apesar das diferenças, o que leva a uma nova forma de ver e sentir a realidade ao redor. Percebe-se  que somos parte de algo maior, que é a natureza.






(Fotos da internet, sem indicação de autoria)

Um comentário:

Gabriel disse...

As pessoas devem ser respeitadas pelas suas preferências e sua cultura,tudo é válido se a gente estiver feliz.. Abração