segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

NATURISMO - UM TEXTO DE DAVID SEDARIS, DO LIVRO "PELADO"

















No romance PELADO, David Sedaris joga seu personagem num campo de nudismo. Sua visão é bastante engraçada e, como o capítulo é longo, vou destacar um trecho, para abrir uma série de comentários sobre naturismo:


O REGULAMENTO




Li o regulamento que me foi entregue nessa tarde pela senhora que trabalha na recepção:

Conduta - este é um parque familiar e esperamos que você se comporte de modo a refletir os padrões morais de um acampamento de família.




Toalhas - carregue uma toalha consigo o tempo todo e, por favor, SENTE-SE NELA POR RAZÕES DE HIGIENE.

Toalhas. Subitamente fazia sentido. Percebendo a grande variedade de pelinhos encaracolados ao meu lado, no sofá, pulei e fui buscar uma toalha que, a partir daquele momento, nunca mais sairia de baixo de mim.




Fotografia - permite-se o uso de câmeras e filmadoras apenas com autorização especial da gerência. QUALQUER EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO NÃO APROVADO PELA GERÊNCIA SERÁ CONFISCADO. DEVE-SE OBTER autorização prévia e escrita de qualquer pessoa a ser fotografada.





Animais de estimação - não será permitido nenhum animal de estimação nas áreas de banho de sol comunitário. Devem ficar sob vigilância do proprietário o tempo todo. Limpe a sujeira que seu animal fizer e jogue as fezes no lixo.





Álcool - bebidas alcoólicas podem ser consumidas somente com moderação. Não se permite embriaguez na propriedade.






Etiqueta na piscina - Tome um BANHO DE CHUVEIRO COM SABONETE antes de entrar na piscina ou na banheira comunitária. CRIANÇAS QUE AINDA NÃO USAM PENICO NÃO PODEM ENTRAR NEM NA PISCINA NEM NA BANHEIRA COMUNITÁRIA.






Roupas - Vestimo-nos ou despimo-nos por comodidade. Quando usar nossas instalações recreacionais, VOCÊ DEVERÁ ESTAR NU. TRAJES ÍNTIMOS, MAIÔS DE BANHO E JOIAS CORPORAIS SÃO INADEQUADOS EM NOSSA PROPRIEDADE. VOCÊ DEVE ESTAR NU NA PISCINA, NA BANHEIRA COMUNITÁRIA E NO CHUVEIRO.





Eu me perguntei o que seriam trajes íntimos e joias corporais? Esse conceito não perde o sentido quando todo mundo está nu?





Sei que provavelmente é contra as regras, mas não posso evitar a pontada de excitação sexual que estou sentindo. Não é uma ereção, mas uma sensação de formigamento na ponta do pênis. Com exceção da banheira e de uma ou outra visita ao médico, só fico nu quando consigo cantar alguém para fazer sexo comigo. [...] 





Parece bobo ficar vagando pelo trailer assim, e percebo que há muito tempo tenho o hábito de esticar a camiseta por cima dos joelhos quando estou sozinho à mesa. Estou também acostumado a puxar as calças acima do umbigo e apertar o cinto para diminuir a barriga. 






Chacoalhar as chaves no bolso, roer impensadamente o colarinho da camisa; não posso mais fazer nada disso. Parece perigoso tomar uma xícara de café quente, por duas vezes na última hora, pulei rapidamente para sacudir a cinza incandescente de cigarro que caíra no que antes considerava minhas partes íntimas.







(Pelado, tradução de Sarita Lopes)



(Fotos da internet, sem indicação de autoria; ilustram o dia a dia de um campo naturista, sem pretensão de ligar-se ao conteúdo do texto do David Sedaris)


3 comentários:

Anônimo disse...

postar mais imagens

fb disse...

Gostei posta mais

fabricio fernandes disse...

Gozei