sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

OS FOTÓGRAFOS DE MULHERES NUAS



(A. não identificado)


Já que, no post anterior, falei dos ilustradores, hoje minha homenagem aos fotógrafos.


Com um pouco de veneno.


O nu é antigo, na fotografia. Esta foto, por exemplo, é considerada a primeira a registrar um nu frontal, aliás, dois, lá pelos idos de 1839:




Até a década de 50, a moral da época não permitia certos exageros que hoje vemos. Então, a rapaziada gostava de se extasiar com inocentes fotos de campos de nudismo (que se popularizaram, para escândalo de muita gente). Então, era comum rapazes terem sob o colchão revistas com fotos como esta:



No entanto, não eram tão pudicos assim os nossos avós. E se a sacanagem rolava solta, a arte fotográfica não podia ficar de fora, claro. E a fotografia perdeu a vergonha logo, logo: do início do século passado, encontramos muitas fotos (de qualidade meio duvidosa) de erotismo explícito, que deviam ser vendidas como cartões postais, em lojas de souvenirs sacanas pelo mundo afora, como esta:




Com a evolução técnica, encontramos fotógrafos que hoje produzem verdadeiras obras de arte, combinando perfeitamente luz e sombra. E vejam que luz – de um azulado incrível! – obtém esta fotógrafa:



(Foto de Carla Van de Putelaar)


Fotos de nudez – principalmente a feminina – e de sexo, há muito não são novidade: a internet, hoje, muito mais do que as revistas, disponibiliza milhões de fotos de todos os tipos e de todos os fotógrafos, para todos os gostos.

Então, porque todo esse papo sobre fotografia de mulheres peladas?






(Anton Volkov)


Ah, sim: o veneno. Tudo isso para brincar um pouco com dois renomados fotógrafos da atualidade, que também brincaram entre si, plagiando um ao outro.


Posso dizer que o primeiro prefere suas mulheres nuas assim:


(Foto de Leonard Nimoy)

Embora, elas possam ter sido, um dia, assim:



(Foto de Helmut Newton)


Gosto não se discute, não é?

E só para terminar, o fotógrafo da primeira foto deste post não tem, mesmo, medo algum de ser feliz.




2 comentários:

Emerson Campos disse...

Muito bom o tema e muito bem elaborado o post! Correndo o risco de você nunca ver esse comentário, ainda assim eu te parabenizo! Que saudade da época de ouro dos blogs.

Isaias Edson Sidney disse...

Obrigado pelas palavras, Emerson. Como vê, não houve risco... Continue curtindo nosso blog.