sexta-feira, 12 de novembro de 2010

BOLINHAS DE BEN-WA: FUNCIONAM? - 1





São chamadas de ben-wa.

Introduzidas na vagina, têm a pretensão ou finalidade de estimular a libido feminina e, ao mesmo tempo, fortalecer os músculos vaginais.

Mas, será que funcionam realmente?

Antes de entrarmos nos aspectos polêmicos desse brinquedinho erótico, transcrevo o depoimento de uma portuguesinha sobre ele. Além de divertido, pode ser esclarecedor:



Eu e as ben-wa novas







Aviso: desculpem a linguagem mas há certos temas que só se conseguem abordar com expressões menos corretas.

Pensava eu que ia passar uma tarde do melhor a experimentar as minhas ben-wa.


Saí do computador e fui-me deitar num dos sofás da sala com um ar científico a tentar “sugar” o fio das ditas para “sugar” a segunda bola. Nada.

Entretanto, a coitada da Mana, que por motivos que agora não vêm ao caso, está realojada na minha casa desde o fim do Rock in Rio (em Lisboa), dizia: “Mas eu e os bichos temos de gramar com isso?”, “Vê lá se algum cão te come as bolas!”.

Estava eu decidida a explorar o brinquedo quando a porcaria do lexotan fez mesmo efeito e adormeci. Por sorte, tinha já sacado a bola e guardado no bolso.

Acordei péssima: fui comer chocolate e deitei-lhe por cima um café! Por pouco não morri. Fomos passear os bichanos e eu sempre enjoada, prestes a desmaiar. Cheguei a casa e após uns tratamentos de desintoxicação, lá recuperei o ânimo e pensei: “Agora é que me vou às ben-wa!”.



(Olivia de Bernardinis)





Como tinha lido num site que se devia utilizar lubrificante, não tendo nenhum em casa, pensei: “Ah, azeite Galo deve servir!”. Esperta como só eu, lembrei-me que num banho de imersão, talvez fosse mais fácil.

Enchi a banheira, deitei azeite na água (truque para ficar com a pele suave), espalhei também azeite nas ben-wa e munida de um cigarro, aí fui eu!!!!!!! Dentro de água tentei “sugar” a primeira bola. Grupo... nada, só conseguia expulsá-la. Sentia-me no ginecologista. Empurrei a com jeito para dentro e aquilo insistia em sair mas lá se aguentou.




Apertei, apertei e apertei os músculos no interior da dita e nada do fio entrar. “Bem, terei que enterrar com o dedo a segunda bola também!”, pensei com os meus botões.


Entrou, claro! Mas não percebi bem o que é suposto fazer. Face a isto, retirei as duas bolas.

Então, decidi experimentar com as pernas noutra posição – uma por cima da lateral da banheira e cá vai disto.


Nada! Repetiu-se o ritual: empurrar gentilmente uma, tentar sem sucesso “sugar” o fio, enterrar com jeito a segunda bola.




Terminei a banhoca, limpei-me, vesti uma roupa confortável, fui colocar feijão a cozer para uma sopa e cá estou eu: com as ben-wa enterradas (e um fio de fora que ajuda a retirá-las) a escrever mais um post.

Confesso que ao longo destas manobras, tenho tido algum receio que o fio entre e tenha que me dirigir ao hospital para as retirar. A Mana diz que é tipo o.b. e não entra mas eu não uso o.b. nem tampax e fico nervosa com o raio do fio. Pior não sei se dá para usar a Multicare numa ida às urgências para retirar as benditas ben-wa.

Sou teimosa e já decidi que vou perceber o objectivo destas bolas.



Talvez o problema resida no facto de eu já conhecer os exercícios Kegel há muitos anos pois na minha tenra idade (12 ou 13 anos, ainda mais do que virgem) li numa revista brasileira que a Mãe comprava – a Nova – um artigo sobre o tema e decidi que aquilo seria imprescindível para o meu futuro, tendo naquele dia iniciado a prática dos exercícios.

Ao longo dos anos tenho lido outros artigos sobre a mesma temática e lá volto a treinar.

Por ter sido uma autodidacta, se calhar desenvolvi uma má técnica e agora não percebo bem a dinâmica da coisa. Resta-me a pesquisa mais aprofundada na net.





Infelizmente as ben-wa não me dão tesão nenhuma, desta forma encaro a sua utilização como um exercício a executar como os do ginásio, com o objectivo de melhorar a minha performance no acto sexual.

No entanto, desconfio que para ajudar devia ter comprado também um estimulador de clitóris. Lá na loja estavam uns mini muito jeitosos!

Na segunda-feira lá vou eu com as ben-wa para o escritório.

E ainda dizem que a malta da função pública é cinzenta!

E eu nas reuniões a rir-me sozinha a pensar: “Se vocês soubessem...”









http://se_eu_soubesse.blogs.sapo.pt/6759.html



Um comentário:

Anônimo disse...

Além de burra e não ter o controle sobre o próprio corpo, vc fuma... que nojo.