sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O QUE AS MULHERES PENSAM, QUANDO SE MASTURBAM?



(Dean Yagle)



Masturbação. Há muito, deixou de ser “pecado” e, muito antes, deixou de ser “o vício” solitário, aquilo que podia prejudicar a saúde ou indicar desenvolvimento sexual precário.



(Manara - girlfinger)



Homens e mulheres se masturbam. Independentemente de idade ou de condição sexual. Nem vamos fundo nessa questão, porque não é objetivo, aqui, escrever nenhum tratado sobre onanismo (ah, Onã, você que não gozou na boceta da cunhada, sem querer virou o pai dos masturbadores... ) nem sobre sexualidade.



(Giovanna Casotto)
Seguinte: quase todos os homens (ou a maioria) são bichos visuais, ou seja, apreciamos o “ver”. Por isso, fazem sucesso as revistas de mulheres peladas; por isso, há tantas delas por todo lado e, agora, especialmente na internet. As mulheres sabem disso e nos extasiam, exibindo-se.







Mas, publiquem-se fotos de homens nus. Podem ser os mais belos, os mais desejados. Despertarão curiosidade, se forem famosos, por exemplo. Mas... nada mais do que isso. Revistas de homens pelados têm um público específico que quase nada tem a ver com mulheres, se vocês me compreendem. 








Os homens, quando nos masturbamos, pensamos em alguém, alguém próximo/a ou distante, mas em alguém. Ou olhamos uma foto. Ou assistimos a um filme. Enfim, é preciso ter em mente algo bem concreto, para que alcancemos um bom orgasmo, quando nos masturbamos.





(Paul Emile Becat)


E as mulheres?




Técnicas masturbatórias femininas, conhecemo-las aos montes, hoje, através de mil depoimentos, de mil filmes e fotos, de conversas e confissões. Dedos, consolos, vibradores, chuveirinhos, travesseiros, ursinhos... Sabemos tudo. 






Só não sabemos, exatamente, porque elas quase nunca falam sobre isto: sua mentes, sua imaginação. Em que pensam as mulheres, quando se masturbam?








O que imaginam? Quais os sonhos? Para onde vão seus pensamentos? O que povoa sua libido?





(Felicien Rops- Sainte Therèse)

Paus – grandes ou pequenos? Paus? Físicos bem definidos? Jovens efebos? Coxas? Bundas? Homens ou mulheres? Um homem ou mulher específicos ou seres genéricos, ideais, perfeitos? A lembrança de uma boa trepada ou a idealização de um sexo que nunca aconteceu? Um perfume perturbador? Um papo inteligente que não acabou na cama? Ou aquele ser que passou de repente ao lado, na rua ou no aeroporto? Uns olhos penetrantes? Ou apenas a lembrança do cheiro do sexo, apenas do sexo? 




(Franz von Bayros)

O que realmente cria a imaginação da mulher, enquanto toca a sua siririca, feliz e sonhadora, para chegar ao orgasmo?







Está aí um enigma. Alguém se habilita a decifrá-lo, como um novo Édipo?





(Gerda Wegener)



2 comentários:

Escrevendo na Pele disse...

Por exemplo, eu me molho gostoso quando leio o seu blogue. Já gozei diversas vezes.

Escrevendo na Pele disse...

Ahhhh... que gostoso.... !!