sexta-feira, 16 de julho de 2010

PARAFILIAS E FETICHISMOS: GLORY HOLE







Há pessoas diferentes, neste mundo. Chamamo-las, muitas vezes, de marginais. Não no sentido grosseiro do termo: meliante, bandido, assaltante. Mas, no sentido de que vivem à margem de alguns comportamentos considerados “normais”. Verdade, mesmo? Estou com Caetano e não abro: “de perto ninguém é normal”. Ou seja, todos nós temos nossas pequenas diferenças, nossas idiossincrasias!


IDIOSSINCRASIA, do grego idiossygkrasía, s.f. 1. Disposição do temperamento do indivíduo, que o faz reagir, de maneira muito pessoal, à ação dos agentes externos. 2. Maneira de ver, sentir, reagir, própria de cada pessoa. 

Pois, é: vamos falar de IDIOSSINCRASIAS SEXUAIS, o que muitos denominam parafilias ou até mesmo perversões. Distingamos bem: há, sim, perversões, que são comportamentos doentios, como a pedofilia, ou o incesto, ou o estupro. Não é disso que vamos tratar, mas sim daquele sexo – estranho para muitos – que não causa nenhum dano a outrem, se consentido, ou é parte de um comportamento solitário.




GLORY HOLE




No filme IRINA PALM(*), Marianne Faithfull faz uma senhora acima de qualquer suspeita que, por precisar de dinheiro para o tratamento do neto, acaba por encontrar um emprego absolutamente fora dos padrões: numa casa de prostituição, ela é encarregada de masturbar os clientes que, numa cabine, colocam o pênis num buraco. Ela não vê os homens nem estes a veem. O engraçado do filme é que ela tem “mãos de veludo”, o que lhe granjeia grande sucesso com a clientela.


Pois, é: glory hole, ou “buraco glorioso”, consiste em buracos na parede para observar ou para fazer sexo com a pessoa que está do outro lado. Embora tenha grande sucesso entre as comunidades gays, tem sido adotado por muitos heteressexuais, tanto homens quanto mulheres.


De qualquer forma, é uma prazer idiossincrático este, tanto o fato de colocar o pênis num buraco, quanto o fato de masturbar ou chupar um pênis de um desconhecido, através de um buraco na parede. 






(*) Ficha técnica:



Filme: Irina Palm



Título original: (Irina Palm)

Lançamento: 2007 (Bélgica) (França) (Alemanha) (Luxemburgo) (Inglaterra)
Direção: Sam Garbarski
Atores: Marianne Faithfull , Miki Manojlovic , Kevin Bishop , Siobhan Hewlett , Dorka Gryllus
Duração: 103 min
Gênero: drama


Nenhum comentário: