terça-feira, 16 de março de 2010

O TESTE DO MASTURBADOR FLESHLIGHT







Para os punheteiros de plantão: encontrei, num site francês, um teste, ou uma avaliação, de um produto bastante engraçado (já até falei dele por aqui, en passant) – o masturbador. Ou seja, uma engenhoca para os homens se masturbarem.


A tal avaliação passa por algo como “tudo o que você queria saber a respeito de masturbadores, mas não tinha a quem perguntar”. Ou, para as mulheres: você daria um masturbador para seu namorado, amante, marido, ficante etc?

Bem, se não há restrição, pelo menos muito explícita, a que as mulheres alardeiem seus “brinquedinhos” sexuais, que não passam de masturbadores, por que, entre os homens, isso é meio tabu?

Atire a primeira pedra aquele machão que, em criança, não tenha, pelo menos, participado de um bom campeonato de punheta. Além disso, dizem médicos e sexólogos, o autoerotismo é saudável.

Autoerotismo é só um eufemismo para a velha e boa punheta, ou para a sempre decantada siririca. Ok?





(Anthony Cristian – a moment alone)



Então vamos lá. Eis aqui, em resumo, o que o cara falou a respeito desse produto, como se fosse a avaliação de uma compra feita, por exemplo, no Mercado Livre:


Eu ganhei de presente, há alguns meses, um Fleshligt. Com já faz um certo tempo que eu o tenho, acredito que é hora de lhes contar esta experiência: o uso desse masturbador muito especial.




Primeiro, Fleshlight é uma marca de masturbador realista, para homens, em forma de vagina artificial. Esse nome é um jogo de palavras (flesh = carne; light = luz) sobre o fato de que o dispositivo é inserido num compartimento em forma de lanterna (flashlight, em inglês), com 24 cm de comprimento e 10 cm de diâmetro.
Os diferentes modelos estão disponíveis com orifícios em forma de boca, de vagina ou de ânus, para simular, respectivamente, a felação, o coito vaginal e o coito anal. É também fabricado com um orifício em forma de bunda de homem ou de mulher.


O Fleshlight apresenta-se com diferentes texturas internas, que permitem sensações suaves ou intensas, em função de movimentos mais fortes ou mais lentos:


O Fleshlight é um objeto bem concebido. Assim que o desembrulhamos, o primeiro espanto vem de sua textura: uma boa imitação de carne. Colocado em água quente durante alguns minutos antes de utilizá-lo, para aquecê-lo, tem-se realmente a impressão de um verdadeiro sexo feminino nas mãos. Os lábios e o orifício vaginal são muito realistas.

Antes de usar, é necessário lubricá-lo corretamente, com um lubrificante à base de água. Não economize lubrificante, porque, com o atrito, ele tende a secar e você se arrisca a irritar o seu sexo. Quanto mais, melhor.

Se bem lubrificado, as sensações são, simplesmente, fantásticas, próximas da realidade. A entrada da vagina é estreita, mas por ser bastante elástica, fica parecendo uma penetração real. Além disso, a vagina se alarga pouco até a extremidade do Fleshlight e as texturas internas aumentam as sensações.


Atenção: sendo tão agradáveis as sensações, é possível gozar muito rapidamente, porque o Fleshlight tem um efeito de de sucção bastante interessante, quando o sexo vai e vem em seu interior. Eu até mesmo recomendo brincar com ele, a dois, durante as preliminares ou assistindo um filme pornô. Pode-se, nesse caso, obter prazer simulando uma festa a três, em posição 69, em que o homem se ocupa do sexo da mulher e a mulher utiliza o fleshlight enquanto lambe o ventre do homem, por exemplo:





Sozinho, o ideal talvez seja enfiar o Fleshlignt entre almofadas, por exemplo, de modo simular os movimentos do coito em posição de missionário (papai e mamãe). Use a imaginação, enfim.

A vantagem do fleshlight é que ele é tampado na extremidade, o que possibilita gozar sem espalhar esperma por todos os lados. Por outro lado, é necessário observar que, durante a utilização, o Fleshlight faz uma espécie de barulho de succão bastante forte. É o único inconveniente que eu econtrei nesse masturbador.

A limpeza e a conservação são fáceis: a parte carnuda pode ser limpa com um jato de água quente de torneira e depois é só enxugá-lo com uma toalha, tomando o cuidado de não esfregar para não danificá-lo. O melhor é deixá-lo secar naturalmente, envolto na toalha.

Conclusão:


Gostei do presente e o recomendo aos casais que desejam brincar durante as preliminares ou às pessoas que procuram sensações bastante próximas da realidade. Mas, é só um masturbador, não fique sonhando! A textura de carne é realmente incrivelmente bem resolvida e o produto é de muito boa qualidade, apesar dos cuidados na limpeza e do desagradável barulho de sucção.



Dou, então, nota 4 (de 5), para o Fleshlight.”





Então, tá, né?








2 comentários:

Anônimo disse...

Eu tenho um fleshlight, comprei aqui no brasil em fleshlightbrasil.com o produto é uma delicia!! recomendo a todosss

Abracoo

Henrique disse...

No brasil eu compro no site www.fleshlight.com.br