sexta-feira, 21 de agosto de 2009

MANUAL DE BOAS MANEIRAS... - NO HOTEL, EM VIAGEM




À l’hôtel, en voyage



- Ne sonnez le maître d’hôtel à 11 h du soir pour lui demander une banane. À cette heure là, demandez une bougie.



- Ne demandez pas à la directrice si la bonne sait faire minette. Interrogez-la elle-même.



- Ne vous mettez pas à la fenêtre pour appeler les passants, même si vous avez grande envie de baiser, et personne pour vous satisfaire.



- Vous pouvez regarder par le trou de la serrure pour savoir pourquoi votre maman s’enferme toute la journée avec un jeune homme que vous ne connaissez pas, mais gardez-vous de lui criez : «Hardi maman ! Ça vient, ça vient!» Au lieu de l’exciter vous apporteriez un trouble regrettable à

ses occupations.


- Si par le même subterfuge vous surprenez dans une chambre un touriste s’amusant avec une bonne de l’hôtel, il est inutile de le crier dans l’escalier pour avertir la directrice qui, certainement, ne s’en soucie pas.








No hotel, em viagem



-Não chame o mordomo às onze horas da noite para pedir-lhe uma banana. A essa hora peça-lhe uma vela.



- Não pergunte à direção se a empregada sabe chupar uma boceta. Pergunte a ela mesma.



-Não se ponha à janela para chamar os transeuntes, mesmo que você esteja com muita vontade de trepar, e não há ninguém para satisfazê-la.



- Você pode olhar pelo buraco da fechadura para saber por que sua mamãe se tranca todo dia com um rapaz que você não conhece, mas evite gritar: “Força, mamãe! Você consegue, você consegue!”. Em vez de excitá-los, você levará uma confusão lamentável a suas atividades.




- Se, pelo mesmo artifício, você surpreender dentro de um quarto um turista se divertindo com uma empregada do hotel, é inútil ficar gritando na escada para avisar a direção que, certamente, não está preocupada com isso.







Um comentário:

Escrevendo na Pele disse...

Sim, muito justo inclusive. Será que acera não cola as paredes na quentura?

Nada disso. Como você mesmo pôde perceber, sou uma pessoa deveras educada e gentil. Primeiro perguntaria à direção se ela inclusive saberia fazer o serviço completo: boca, buceta e cu.

Não só me mostraria na janela, como abriria bem as pernas. Sou muito honesta com essas coisas.

E que filha eu sou? Uma desnaturada? Daria força pra mamãe, sim! vai coroa, mostra que você ainda sabe o que fazer com um pau bem duro! Vai, enfia todo ele na boca e blá! blá! blááááááá!

Realmente eu concordo. Não avisaria a direção, mas faria um triângulo de putice bem gostosa.

Aproveito o ensejo e deixo um beijo bem babado para o Pierre, e outro para você, pelo modo como conduz essa seriedade.